Google+ Followers

Total de visualizações de página

quinta-feira, 4 de maio de 2017

O PARNA pode alavancar o turismo em Itaituba

Quase cinquenta anos depois de sua criação o Parque Nacional da Amazônia com seus quase um milhão de hectares começa a ser visto não somente como uma área de preservação ambiental voltada para a pesquisa, mas, também como um local de grande potencial turístico que pode gerar empregos para o município e divisas para o tesouro municipal. 

A iniciativa da diretoria de turismo do município do cuidar da limpeza das trilhas existentes no parque é uma ação ainda muito embrionária, mas pode ser o caminho para a implantação, no futuro, de uma política de desenvolvimento sustentável dentro dessa unidade de conservação, como já existe em outros parques pelo país afora e um dos mais famosos é o Parque Nacional do Iguaçu, que hoje é um exemplo de uso sustentável dos recursos naturais.

O Parque Nacional do Iguaçu recebe em média, um milhão e meio de turistas ao ano, atraídos pela beleza das Cataratas.

É claro que a infraestrutura do Iguaçu é algo extraordinário que dá ao visitante o conforto que o turista merece ter, mas não custa lembrar que o Parque Nacional do Iguaçu também já foi um lugar parecido com o nosso Parque Nacional da Amazônia, com pouca visitação, apesar de suas belezas naturais, e esse pode ser o incentivo para a administração municipal firmar uma parceria com o ICMBio e começar a acreditar que é possível sim, transformá-lo em um local de visitação pública, e o passeios pelas trilhas no meio selva seria a grande atração.

Passarelas em frente ao parque para os turistas contemplarem as cachoeiras que se formam no rio Tapajós como as que existem nas Cataratas do Iguaçu, também pode ser outra atração.

Portanto, não é utopia imaginar a implantação de um projeto desse no Parque Nacional da Amazônia, claro que tudo vai depender da vontade e da determinação política do governo municipal em buscar parceiros para fomentar esse negócio e, convenhamos, a construção da hidrelétrica de São Luiz do Tapajós daria uma força a mais para a execução desse projeto.

Jornalista Weliton Lima, comentário do Focalizando, 04.05.17

Nenhum comentário:

Postar um comentário