Google+ Followers

Total de visualizações de página

sábado, 8 de julho de 2017

PARÁ - CARRETAS CEGONHAS COM CARROS DO IBAMA, PEGAM FOGO!! EM REPRESÁLIA, IBAMA FECHA TODAS AS SERRARIAS NO SUDOESTE DO ESTADO!


Chega de sofrer pela mão pesada do Estado, o mesmo que não sabe administrar nossos impostos, que não consegue dar educação, saúde e segurança, mas é pesado quando vai fiscalizar ações de terceiros, deixando, porém, suas obrigações ao léo e/ou em mãos de OGNs (os verdadeiros bandidos, em sua grande maioria!) e OSCIP e sempre dizendo que nossos trabalhadores são criminosos!!

Há muito tempo nossa região vem sofrendo com o descaso e total abandono do governo federal e estadual; são estradas intrafegáveis, colonos passando fome e necessidade por terem atendido a um pedido do governo federal na década de 70, com o famoso slogan 'Integrar para não entregar'. Porém, o Estado que permitiu a ocupação, agora vem destruindo patrimônio alheio através de bandidos travestidos de servidores do IBAMA, que tocam fogo nos maquinários e depois tiram fotos sorrindo. Essas operações têm sempre o acompanhamento da grande mídia do sudeste brasileiro, como Rede Globo e Folha de São Paulo.




E, como uma hora tudo cansa, principalmente quando se destrói um bem caríssimo por pura maldade, o troco vem à galope, sendo que o sinal desse cansaço vinha sendo dado desde Santo Antônio de Matupi/AM, que não permitiu a passagem e pouso de helicópteros na comunidade, conforme imagens ao lado.

Novo Progresso/Pa

Portanto, diante de tantas atrocidades dos servidores do IBAMA/ICMBio que, após queimarem serrarias, caminhões, dragas de garimpo, e outros maquinários, vão almoçar tranquilamente como se nada tivesse ocorrido, o povo resolveu utilizar das mesmas táticas do IBAMA/ICMBio e tocou fogo em duas carretas cegonhas, cada uma com oito viaturas, no posto de combustível de nome Glória, em Cachoeira da Serra, distrito de Altamira/PA, nesta madruga da do dia 07. O incêndio ocorreu perto da Floresta Nacional do Jamanxim, uma região onde o Ibama realiza fiscalizações constantes contra o desmatamento ilegal e garimpos irregulares. A área é disputada e recentemente esteve no centro de uma polêmica sobre a ocupação da Amazônia, graças a uma medida provisória que poderia mudar suas fronteiras.

O projeto foi muito criticado por ambientalistas e no dia 19 de junho, foi vetado pelo presidente Michel Temer, que resultou em protestos de produtores rurais da região, que chegaram a interditar a rodovia BR-163.


Os carros eram de uma empresa terceirizada, que levaria a frota para a sede do Ibama em Santarém, no oeste do Pará.

A destruição dos maquinários e serraria gerou muita comoção e revolta nas comunidades onde ocorreram essas barbaridades, principalmente em Moraes de Almeida que, apesar do agente do IBAMA prometer que não iria tocar fogo não serraria, não cumpriu tal promessa.

Em entrevista concedida a um jornal de Novo Progresso pela Coordenadora do IBAMA, Maria Luiza, esta afirma que bens apreendidos em local de difícil acesso serão destruído e a lei ampara. Ora, se o IBAMA/ICMBios podem alocar diversos helicópteros e viaturas para essas operações, como não podem retirar os maquinários? Sabe-se que a destruição obedece 'ordens' de ONGs, organizações em sua maioria usada para desviar recursos públicos, e que nunca colocaram os pés na região para saber as necessidades e carências de nosso povo!

Uma equipe da Polícia Federal será deslocada de Itaituba, que fica a 595 km da localidade de Cachoeira da Serra, para investigar o caso. O inquérito deve ser aberto na Polícia Federal de Santarém.

E, como é de praxe nas ações do IBAMA, TODOS os madeireiros serão penalizados por causa da queima dos carros!!!

Ibama bloqueia serrarias no sudoeste do Pará após atentado na BR-163

Brasília (07/07/2017) - A presidente do Ibama, Suely Araújo, determinou o bloqueio preventivo de todas as serrarias da região de Novo Progresso (PA) no sistema do Documento de Origem Florestal (DOF) após atentado ocorrido na madrugada desta sexta-feira (07/07) contra veículo que transportava caminhonetes do Instituto em Cachoeira da Serra, distrito de Altamira (PA), perto da divisa com o Mato Grosso. Equipes da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram acionadas para apurar os responsáveis pelo crime e reforçar a segurança no eixo da BR-163.

O objetivo das medidas é garantir a ordem e assegurar a atuação dos agentes de fiscalização ambiental na região. O Ibama encaminhou à PF áudios e mensagens em que criminosos incitam a destruição de veículos e helicópteros do Instituto. As oito caminhonetes incendiadas seriam entregues à gerência-executiva do Ibama em Santarém (PA) para renovação da frota nas bases da BR-163. O contrato do Ibama com a empresa Locamerica prevê a troca dos veículos usados na fiscalização a cada dois anos. "Foi um atentado contra ação legítima do Estado brasileiro", disse o diretor de Proteção Ambiental , Luciano Evaristo.


Assessoria de Comunicação do Ibama

imprensa@ibama.gov.br

(61) 3316-1015

Nenhum comentário:

Postar um comentário