Google+ Followers

Total de visualizações de página

sábado, 15 de julho de 2017

Polícia prende em Imperatriz, MA, os dois acusados de latrocínio contra peão de rodeio da cidade Uruará, no Pará

A polícia civil prendeu na manhã desta quinta-feira, 13, mais um envolvido no roubo que culminou com a morte de um peão de rodeios do Pará, na cidade Araguaína, no Tocantins. O latrocínio ocorreu no mês passado e desde então a Polícia, após instaurar inquérito, vem realizando diligências e ontem prendeu um e hoje o terceiro acusado. 

Dênis Alencar de Brito foi preso em Imperatriz (MA), na manhã de ontem, 13, e Márcio Vinícius, o terceiro e último envolvido, foi preso pela parte da tarde, após uma operação comandada pelo delegado Guilherme Coutinho, encarregado do inquérito policial que apura os fatos, posteriormente,  serão transferidos para Araguaína. 

Na noite do latrocínio, Denis Alencar e Márcio Vinícius estavam em companhia de Rafael Silva Cavalcante, que foi o autor do disparo e que foi preso na mesma noite por amigos da vítima, porém ambos conseguiram fugir. 

A vítima foi o peão de Rodeio Getúlio Santos da Silva (26 anos), natural de Uruará, município paraense. O mesmo foi morto com um tiro na cabeça durante um assalto que aconteceu na noite de 14 de junho no alojamento onde ele e outros peões estavam hospedados, pouco antes de começar o Rodeio Profissional da Exposição Agropecuária de Araguaína 2017.

*Fonte: Portal O Norte 

Denis Alencar foi preso em Imperatriz, no Maranhão 

Getúlio foi morto durante um assalto minutos antes de começar o Rodeio 

Nenhum comentário:

Postar um comentário