Google+ Followers

Total de visualizações de página

domingo, 2 de julho de 2017

Santarém: Segurança do paciente do baixo Amazonas é discutida em seminário

Profissionais e estudantes de toda a região Oeste do Pará participaram do ‘‘I Seminário de Segurança do Paciente do Baixo Amazonas’’, realizado nos dias 28 e 29 , que trouxe a Santarém os maiores especialistas do tema no Brasil. O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) foi o idealizador do evento, com apoio do ‘‘Projeto Paciente Seguro’’ e do Instituto Esperança de Educação Superior. O objetivo foi disseminar a cultura do cuidado seguro aos estudantes, profissionais e instituições de saúde da região. Para o diretor-geral da unidade, Hebert Moreschi, o hospital tem a missão, além de prestar assistência de média e alta complexidades, de promover e disseminar conhecimento. “Tudo que nós desenvolvemos dentro do hospital, voltado à cultura de segurança do paciente, estamos compartilhando com os outros hospitais e profissionais da nossa região. Isso é muito importante e realmente faz a diferença na vida das pessoas”, afirma. Moreschi abriu o evento com a palestra ‘‘O Hospital Regional do Baixo Amazonas e a cultura do cuidado seguro’’. O secretário adjunto da Secretaria Municipal de Saúde de Santarém (Semsa), José Antônio Rocha, destacou a evolução do Hospital Regional do Baixo Amazonas e falou da importância do município na promoção da saúde regional. ‘‘Acompanhamos o nascimento do hospital e hoje vemos o quanto o Regional procura melhorar. Nós, como Secretaria Municipal de Saúde, trabalhamos juntos, até porque somos polo regional e fazemos saúde para mais de 1 milhão de pessoas. Não é fácil trabalhar, mas vemos o Hospital Regional tomar uma atitude dessa, de se qualificar e procurar melhorar a vida das pessoas, principalmente daquelas que mais precisam, que são as que procuram o SUS. Nos sentimos, sem dúvida, valorizados e prestigiados”, informou. O médico João de Lucena Gonçalves, coordenador do ‘‘Programa Farol de Indicadores de Saúde’’, falou, aos participantes, sobre a importância do Núcleo de Segurança do Paciente nas instituições de saúde. ‘‘Este é um seminário de alta relevância para a região, principalmente por se tratar de um alerta, de uma conclamação para que todos os hospitais e estabelecimentos de saúde possam fazer parte deste movimento que envolve a segurança do paciente. O HRBA está de parabéns por trazer este assunto em pauta e colocar no centro da discussão a segurança do paciente’’.  ‘‘Gestão de riscos na saúde’’ foi o tema da apresentação da consultora corporativa e coordenadora do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP) da Pró-Saúde, Luciane de Falchi. ‘‘Esta é a oportunidade de compartilharmos as experiências aqui na região, onde podemos comprovar que essas iniciativas, dentro das metas internacionais, conseguem realmente minimizar os riscos e garantir uma assistência segura dentro da saúde pública no Brasil’’, salientou. O seminário também abordou: “Governança Clínica”, com o médico responsável pelo NQSP da Pró-Saúde, Fernando Paragó; “Ferramentas para a implantação do cuidado seguro”, com a médica Elenara Ribas, líder do Projeto Paciente Seguro/Hospital Moinhos de Vento; “Acreditação nos serviços de saúde”, com o médico Péricles Góes da Cruz, gerente de Relações Institucionais da Organização Nacional de Acreditação (ONA); “Equipe consciente, paciente seguro”, com o consultor na área de desenvolvimento profissional, Wagner Valença; e uma mesa-redonda com o tema “Envolvimento multiprofissional para a eficácia do cuidado seguro”. Segurança do Paciente no HRBA Em julho de 2016, o HRBA lançou a ‘‘Campanha de Segurança do Paciente’’, que durou um ano. O encerramento aconteceu neste mês e marcou o fim do processo de implementação dos protocolos de sete metas de segurança do paciente: identificar corretamente os pacientes; melhorar a eficácia da comunicação; melhorar a segurança na prescrição, no uso e na administração de medicamentos; garantir o local correto, o procedimento correto e a cirurgia no paciente correto; reduzir risco de infecções associadas a cuidados assistenciais; reduzir o risco de danos aos pacientes resultantes de quedas; e reduzir o risco de lesão por pressão. O NQSP da unidade aproveitou o espaço para contar a experiência da implantação das metas. “O tema segurança do paciente ainda é um tema relativamente novo em âmbito nacional e, para a nossa região, ele só vem a enriquecer o nosso trabalho assistencial, especialmente com a implantação das metas de segurança do paciente. Com o seminário, tivemos a oportunidade de dividir a experiência vivenciada no HRBA, dentro dos protocolos nacionais”, diz a enfermeira Cyntia Maia Duarte. A assessora do núcleo, administradora Veruska Ramalheiro, destaca a presença do público durante as palestras. “Estamos muito felizes por estar promovendo um seminário com essa temática tão importante e atual para a saúde do país e ter o auditório cheio, em uma região que ainda pouco se fala em segurança do paciente. Nós esperamos que o objetivo, a disseminação dessa cultura, de fato aconteça”, explica. Projeto Paciente Seguro O Hospital Regional de Santarém foi selecionado, em 2016, pelo Ministério da Saúde para participar do “Projeto Paciente Seguro’’, que é promovido por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS).  O programa consiste em desenvolver ferramentas e técnicas, e qualificar o processo educativo e formador nos hospitais para a implantação do Programa de Segurança do Paciente, além do aperfeiçoamento contínuo destes instrumentos ao apoiar a implantação e qualificação das instituições.  O HRBA recebe todo apoio técnico do Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre (RS), para realização de diagnóstico e desenvolvimento de atividades voltadas para a melhoria dos processos assistenciais relacionados às metas de segurança do paciente. A instituição gaúcha é responsável pela coordenação do projeto nos hospitais selecionados. A farmacêutica do Projeto Paciente Seguro/Hospital Moinhos de Vento, Daniela Cristina dos Santos, foi uma das palestrantes do evento. Ela falou sobre segurança medicamentosa. ‘‘É um tema muito relevante e é de extrema importância, também, que o hospital tenha se proposto a falar sobre segurança do paciente, que é uma cultura que ele está adquirindo, para outras pessoas da região’’. O Hospital Regional do Baixo Amazonas pertence ao Governo do Estado e é gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário