Google+ Followers

Total de visualizações de página

sábado, 24 de junho de 2017

BANCÁRIOS DO PARÁ APROVAM GREVE GERAL NO DIA 30 CONTRA AS REFORMAS DE TEMER E POR DIRETAS JÁ

De forma unânime, a categoria bancária paraense decidiu em assembleia realizada na noite dessa quinta-feira (22), na sede do Sindicato, que estará, mais uma vez, no movimento de Greve Geral da classe trabalhadora no próximo dia 30 de junho convocado pela CUT e demais centrais sindicais, além das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo. A greve de 24 horas é uma alternativa de luta para derrotar as reformas trabalhista e previdenciária que tramitam no Congresso, pela defesa dos bancos públicos, pelo Fora Temer e convocação de Eleições Diretas Já!

“As reformas trabalhista e previdenciária são um atentado a direitos históricos da classe trabalhadora, pois pretendem precarizar ao máximo as relações de trabalho, destruir toda e qualquer regulamentação dos direitos trabalhistas, e junto com isso privatizar empresas e bancos públicos para atender aos lucros de mercado. Esse golpe à classe trabalhadora tem sido capitaneado por grupos políticos corruptos, que tomaram o poder de forma ilegítima. Nesse sentido, a Greve Geral do dia 30 será mais uma mobilização popular em defesa do Fora Temer e de Eleições Diretas, pois este é o caminho para superarmos a crise política e econômica que assola o país” afirma o presidente do Sindicato dos Bancários do Pará, Gilmar Santos.

No próximo dia 28 de junho haverá assembleia organizativa da categoria, na sede do Sindicato em Belém, para definir estratégias de ação para o dia da Greve Geral.

Fonte: Bancários PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário