Google+ Followers

Total de visualizações de página

terça-feira, 20 de junho de 2017

BELÉM: EXECUTADO APÓS DEIXAR FILHO NA ESCOLA


(Foto: Ney Marcondes/Diário do Pará)

Laudemir Osvaldo do Couto Filho, de 33 anos, era secretário parlamentar do vereador de Belém Victor Dias (PTC) e na manhã de ontem (19) foi assassinado na Estrada do Maguari, bairro Centro, em Ananindeua, na Região Metropolitana. Segundo testemunhas, por volta das 6h30 a vítima havia deixado o filho na escola e no retorno foi baleada na nuca. Policiais civis apuram o caso e fazem buscas pelo assassino. 

Ainda segundo as testemunhas, Laudemir seguia em uma moto pela Estrada do Maguari quando foi atacado por um motoqueiro desconhecido. A vítima caiu no asfalto e derrapou com o veículo por cerca de 10 metros até a calçada, já sem vida. A família de Laudemir informou aos policiais que ele havia deixado o filho na escola, localizada próximo ao local do crime. 

ANTECEDENTES

O caso será investigado por policiais civis da Seccional de Ananindeua. Segundo o diretor da unidade, delegado Armando Mourão, o secretário parlamentar possuía antecedentes criminais. “Ele esteve preso por 4 anos e estava em liberdade condicional. Respondia em liberdade a 2 processos na Justiça: por homicídio e porte ilegal de arma de fogo”, falou o delegado. Os crimes são antigos: o homicídio foi cometido em 2013.

“Estamos investigando e fazendo buscas. É possível que o assassinato tenha sido motivado por alguma vingança”, finalizou o delegado Armando Mourão.

APOIO A FAMILIARES

A Câmara Municipal de Belém (CMB), em nome do gabinete do vereador Victor Dias, enviou nota lamentando a morte do funcionário. Laudemir Osvaldo do Couto Filho foi nomeado em 1 de janeiro último. A nota acrescenta ainda que o gabinete do vereador prestará apoio aos familiares, desconhece os antecedentes criminais do servidor, mas acompanhará as investigações sobre o caso.

(Emily Beckman/Diário do Pará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário